Sobre quem pensa demais

É fato que a consciência de pensar antes de agir é uma virtude! Mas pensar antes de pensar, pensar antes de pensar em agir, e pensar em pensar no que pensar DEPOIS de agir, é um hábito insuportável.

Hábito insuportável e incontrolável – ou quase

É algo como se seu subconsciente tivesse uma forma física e uma voz real, que questiona e põe em dúvida tudo, eu disse TUDO, o que você se propõe a fazer. A toda hora em e todas as ocasiões. Tudo bem.. em quase todas {algumas atitudes são realmente automáticas}.

Não é nada que não dê pra aprender a conviver, passaria quase como se fosse seu melhor amigo se os questionamentos que ele levanta (tratando-o como um ser mesmo, fazer o que), não fossem colocando em dúvida sua capacidade e/ou eficiência. E pior ainda é que por algum motivo você sempre opta pela resposta negativa. Isso é errado! Muito errado.

Funciona como uma bola de neve e que, se em um dado momento da sua vida não perceber isso e aprender a reverter pra algo positivo, pode arruinar diversas situações e oportunidades. Ninguém é um expert em tudo cem por cento das vezes, sabemos disso, mas acreditar um pouco em si é necessário. Se libertar das correntes imaginárias ao falar e agir com autenticidade podem mostrar um mundo novo aos seus olhos. Por razões desconhecidas até a cor das coisas, assim como os cheiros e sensações, mudam depois disso.

Aprenda a ser gentil com o seu psicológico

Assim como toda mudança de hábito, requer tempo e vontade! Todas as vezes em que ele levantar questionamentos como “será que eu consigo fazer isso?”, ou até mesmo a resposta já vier a mente pronta “eu não consigo fazer isso!”, respira e conta até cinco {é, geralmente não temos muito tempo. Afinal a vida não para pra gente viver nossos conflitos, ou seja, a cena continua} e produz uma resposta positiva que te incentive a ir em frente. Sempre em frente! E nos fracassos eventuais, seja gentil com você e pense que ao menos DESSA VEZ você foi capaz de ir além da sua zona de conforto e tentou algo novo. Transforme num relatório mental e ressalte os pontos que poderiam ter sido diferentes pra que resultasse em triunfo. E tente de novo.

post2

É uma luta até que percamos {eu, por exemplo, ainda não perdi} o costume de se depreciar e duvidar da própria capacidade enquanto as coisas acontecem, literalmente, e existe a posição de decisão. Depois fica aquela sensação péssima do “e se?”, sabem? É terrível. Com isso vem à tona a parte do pensar em pensar no que pensar depois de agir, ou depois de NÃO agir. A autodepreciação é uma doença.  E sinceramente?

No final das contas? Não vale o desgaste

Por que vocês acham que os espontâneos tem mais cabelo? Pois é. Agir com naturalidade e se deixar levar pela intuição {A POSITIVA, OPTEM PELA POSITIVA!} pode nos fazer ganhar muito em termos de experiências, oportunidades e felicidade. Na essência! E a felicidade de poder ser feliz com você, é indescritível. Se permitam, já que no final.. se cair, do chão não passa.

TT

Anúncios

Mais um dos devaneios

Amor
ensandecer no ardor
desespero

Se amor é esquecer rancor
e começar do zero

Então é sentir desejo
sem medo
e se entregar irracionalmente

Outorgar as rédeas de si a outro peito

Coincidentes
ocos de apreços

Ambos tiveram antes imersos em lástimas
graças à grandeza esplendorosa
do que chamam de vida

Se vem em consequência da dor
vejo em ti
sem dúvida
todo meu amor.

TT